Carros, nós também gostamos!

30 11 2007

Sexo frágil?! Que nada, as mulheres superaram  este rótulo há muito tempo. Hoje somos executivas, engenheiras, jornalistas, médicas, administradoras, mecânicas, caminhoneiras, pedreiras… tudo, não há barreira, não ha limites para o potencial das mulheres.

Dentro dessa questão está a relação vista de forma preconceituosa e absurda entre mulheres e carros. Fiz uma pesquisa no google com a seguinte combinação “mulher carros”. Aponto alguns dos resultados:

  • “Mulheres gostosas, carros tunados e muito mais”
  • “mais valem dois carros na contramão do que uma mulher na mão”
  • “Namorada, que nada. Os homens preferem os carros”
  • “pra quem gosta de carro e de mulher”

carro-e-mulher.jpg

Entre os resultados também apareceu o site da penólope, que traz assuntos que interligam, de uma forma coerente, mulheres e veículos.

Tive provas que a conotação sexual e pejorativa que relaciona mulheres ao “volante” está muito presente no imaginário da sociedade.

Claro, vimos e vemos sempre a associação de mulheres bonitas, gostosas, elegantes aos carros…e no dia-a-dia, basta andar um pouco pela cidade e nos deparamos com homens mal educados comentendo indelicadezas com mulheres ao volante…

A REALIDADE

Grandes empresas como Ford, Renault e Honda realizam pesquisas anuais para aprimorar seus conhecimentos sobre o gosto feminino. As mulheres são potenciais compradoras e as indústrias investem em modelos atrativos pensando no público.

O Honda Fit e o Clio Sedan O Boticário são os preferidos das mulheres de acordo com o fabricantes. O importante é esquecer da ideía pré-concebida do “carro cor- de-rosa”. Mulher não gosta dessas frescuras. Mulher quer conforto e visibilidade.

Os Fiestas Hacht e Sedan e  o Ford Ka foram projetados pensando principalmente na mulher.Tudo isso é só o início de um fenômeno que se torna cada dia mais forte na indústria automobilística.Nenhuma fábrica nega que lugar de mulher não é mais atrás do fogão, e sim atrás do volante!

Fonte: CarSale 

Até Mais!