Carros, nós também gostamos!

30 11 2007

Sexo frágil?! Que nada, as mulheres superaram  este rótulo há muito tempo. Hoje somos executivas, engenheiras, jornalistas, médicas, administradoras, mecânicas, caminhoneiras, pedreiras… tudo, não há barreira, não ha limites para o potencial das mulheres.

Dentro dessa questão está a relação vista de forma preconceituosa e absurda entre mulheres e carros. Fiz uma pesquisa no google com a seguinte combinação “mulher carros”. Aponto alguns dos resultados:

  • “Mulheres gostosas, carros tunados e muito mais”
  • “mais valem dois carros na contramão do que uma mulher na mão”
  • “Namorada, que nada. Os homens preferem os carros”
  • “pra quem gosta de carro e de mulher”

carro-e-mulher.jpg

Entre os resultados também apareceu o site da penólope, que traz assuntos que interligam, de uma forma coerente, mulheres e veículos.

Tive provas que a conotação sexual e pejorativa que relaciona mulheres ao “volante” está muito presente no imaginário da sociedade.

Claro, vimos e vemos sempre a associação de mulheres bonitas, gostosas, elegantes aos carros…e no dia-a-dia, basta andar um pouco pela cidade e nos deparamos com homens mal educados comentendo indelicadezas com mulheres ao volante…

A REALIDADE

Grandes empresas como Ford, Renault e Honda realizam pesquisas anuais para aprimorar seus conhecimentos sobre o gosto feminino. As mulheres são potenciais compradoras e as indústrias investem em modelos atrativos pensando no público.

O Honda Fit e o Clio Sedan O Boticário são os preferidos das mulheres de acordo com o fabricantes. O importante é esquecer da ideía pré-concebida do “carro cor- de-rosa”. Mulher não gosta dessas frescuras. Mulher quer conforto e visibilidade.

Os Fiestas Hacht e Sedan e  o Ford Ka foram projetados pensando principalmente na mulher.Tudo isso é só o início de um fenômeno que se torna cada dia mais forte na indústria automobilística.Nenhuma fábrica nega que lugar de mulher não é mais atrás do fogão, e sim atrás do volante!

Fonte: CarSale 

Até Mais!





Dica de Moda

8 11 2007

vm_422_moda_1.jpg 

Como já foi dito aqui, a moda da cintura alta não deve pegar. Mas as famosas já estão usando… Para as rélis mortais que queiram se aventurar, aí vão:

Os nove mandamentos da cintura alta:

1) Tendência para modelar a cintura de quem não tem curvas.

01145347500.jpg

2) A moda alonga as pernas ( ideal para quem tem pernas curtas e tronco longo)

3) Quem possui seios grandes deve optar por peças que não passem do umbigo.

01145347900.jpg

4) Para quem tem bumbum grande, o ideal são modelitos justos na cintura e largos para baixo.

01145348700.jpg

 

5) Para as que têm quadris largos, nada de cores claras.

6) Combinar com regatas, blusas e camisas justas ao corpo e sempre por dentro.

7)Evite contrastar cores nas peças e acessórios.

8 ) Moças com barriguinhas salientes devem usar modelos largos que alongam e ajudam a disfarçar.

9) A tendência é considerada democrática, mas fica melhor em mulheres magras e altas.

Fonte: Revista Viva Mais

Até Mais!





Desnecessário!

7 11 2007

Futilidade pública é pouco, né Barata! Acho que até ele não teria coragem de apresentar a vocês estes produtos. Olha a tecnologia desnecessária criada para o público feminino!

Vocês não vão acreditar:

 Bolsa equipada com alto falantes

Bolsa equipada com alto falantes

É específica para Ipod e custa 130 dólares!

 Porta Laptop

Porta Laptop

e também Ipod, mp3 player, mp4…..

Câmera digital

475378-2548-ga.jpg

na cor ROSA!

Escova de dente…

475380-6789-ga.jpg

que vira massageador clitoriano

 Capas para notebook

475383-5584-ga.jpg

felpudas e rosas

 Slightest Touch

475464-5010-ga.jpg

Eletrodos são colocados no tornozelo e enviam impulsos elétricos, criando sensações eróticas  ritmicas e contínuas.

 Sem muitas delongas: completamente fútil, denecessário e caro.

Acho que os fabricantes ainda não nos vêem como um público consumidor relevante e ainda fazem essa porcaria “cor de rosa”.

Até Mais!

 





“Coração partido mata!”

4 11 2007

O estudo, envolvendo 9.000 britânicos, foi divulgado no periódico científico “Archives of Internal Medicine”. Ele revelou que o estresse e a ansiedade gerados por um relacionamento ruim podem aumentar o risco de doenças do coração. As chances de alguém nessa situação sofrer um ataque cardíaco ou dores no peito aumentam em 34%, comparado a pessoas que vivem em harmonia com seus parceiros.

Fonte: http://rmtonline.globo.com/noticias.asp?em=3&n=330184&p=2

E será que vale a pena?

Ciúme, diferentes hábitos, intolerância, desrespeito, traições, stress,  problemas com sexo ruim e falta de confiança estão entre as principais causas de desentendimentos nos relacionamentos. Muitos casais passam por cima de tudo isso por causa de um amor incontestável e infinito… pra mim isso é conversa. Gente que gosta de sofrer!

O amor é construído dia a dia tendo como base a confiança e a amizade. Paixão é super importante mas não é capaz de completar ninguém. O amor aparece com o tempo e  e se fortalece na medida em que o relacionmento “evolui”. Por que se ele não “evolui” não há motivo para continuar.

Se você sair de casa e reparar bem, vai ter um punhado de caras e garotas bem legais por aí.  Pra que sofrer gente?! Costumo sempre dizer que namorados e afins devem nos fazer bem.. se não for pra isso é perda de tempo… “gastar vela com difunto ruim” como diz o ditado popular.

Está longe de existir um homem perfeito, mas os capazes de nos fazer felizes têm aos montes por aí. O importante é se valorizar e preservar a saúde!

Até Mais!





Carrinhos de supermercado estarão de olho!

9 10 2007

611727-8394-cp.jpg

Cientistas britânicos desenvolveram um carrinho de supermercado “inteligente”, que alertará o cliente toda vez que for colocado nele alimentos ricos em gordura, açúcar ou sal. Em um futuro próximo, o carrinho também informará ao cliente os componentes nutritivos do produto.

O mais incrível é que haverá um “cartão de fidelidade” no supermercado onde o cliente faz suas compras e o carrinho saberá imediatamente se ele é solteiro, casado, freqüência de compras. Além disso, saberá levar o cliente às prateleiras que estão mais de acordo com suas preferências e necessidades, além de mostrar ofertas disponíveis.

Onde vamos chegar? Um dia até os carrinhos de supermercado controlarão nossa vida, nossos hábitos alimentares! Hilário.

Até Mais!





Mulheres lideram melhor

5 10 2007

9788573125610.jpg

É o que afirma a consultora americana Lois Frankel, presidente da Corporate Coaching International, em seu livro “Mulheres Lideram Melhor que os Homens” publicado recentemente no Brasil. O assunto é controverso, mas a autora descreve algumas qualidades essenciais de influência que as torna naturalmente líderes.

Quer pela prática natural, quer pela educação, as competências femininas (…) representam apenas alguns comportamentos que as qualificam a ocupar postos importantes de liderança”

De fato, já é comprovado que a mulher utiliza intensamente o hemisfério direito do cérebro, que lhe confere melhor desempenho nos campo da emoção, linguagem, a subjetividade, e o relacionamento interpessoal. Áreas como RH, marketing e relações entre empresas vão muito bem quando há um salto alto no comando.

Uma pesquisa realizada pela Catho mostrou que o número total de mulheres contratadas para a presidências, vice-presidências, diretorias, gerências e outros níveis ligados a coordenação e comando aumentou de forma expressiva nos últimos anos.

Em 2000,  13,8% dos cargos de presidência das empresas eram ocupados para mulheres. Neste ano, esse percentual subiu para 20,7%. Para os cargos de coordenação o número saltou de 40,6% para 51,5%.

Será?

A máxima não pode ser propagada como verdade. Para se avaliar uma pessoa em um cargo de liderança é preciso considerar as circunstâncias envolvidas, o grau de maturidade e a equipe de trabalho. Os fatores biológicos não devem ser aspectos decisivos com relação à questão.

Os homens utilizam o lado esquerdo do cérebro diante das situações. Logo têm mais desenvolvidos aspectos como visão, objetividade, inteligência espacial, foco e determinação, características imprescindíveis para direção de uma empresa, ligadas à finanças, contabilidade, vendas.

Ninguém lidera melhor. Tanto homens quanto mulheres podem desempenhar diferentes tipos de liderança. Cada gênero se identifica com diferentes tipos de atividades. Há de se levar em consideração também que a cultura e o modo de vida atuais trazem para ambos visões diferenciadas de mundo.

A formação da criança também é crucial para o desenvolvimento pessoal. Meninos são sempre estimulados a desenvolver seu lado prático, montando carrinhos e brinquedos que ajudam a desenvolver o lado prático.

Meninas são estimuladas a desenvolverem características afetivas, brincando de boneca.

E se forem invertidos os papéis?!

Bom, se as mulheres são melhores líderes, a questão não é natural. Sem dúvida.

Até Mais!





A maternidade ainda é um sonho?

3 10 2007

540032938_8935db6da0.jpg


Ser mãe já foi um sonho comum a todas mulheres. Hoje, nos deparamos com várias notícias de mães que jogam crianças no lixo, nos rios. Não vou considerar aqui os aspectos socioeconômicos envolvidos na questão.

Meu objetivo é pensar se as mulheres modernas querem ser mães, simplesmente pelo prazer de ‘padecer no paraízo’.As mulheres que mais admiro profissionalmente são mães de no mínimo dois filhos. Não consigo pensar, a partir da minha experiência, que a maternidade dificulta a ascensão profissional de uma mulher.

Hoje nossas ambições aumentaram muito. Queremos tudo ao mesmo tempo, e o desejo de ser mãe sempre é postergado.Uma vez ouvi uma ginecologista dizer:

Muitas mulheres traçam uma linha do tempo. Primeiro ela entram na faculdade, depois na pós-graduação, casam-se, compram um apartamento, um carro, depois esperam ter estabilidade financeira e por volta dos 35 anos querem ter filhos. Ora, por que não ter filhos antes, se podem comprar bens porque não podem cuidar de um filho?

Realmente os filhos estão chegando cada vez mais tarde. A escolha tardia pela maternidade implica uma responsabilidade sobre os problemas que podem aparecer mais comumente nesta época da vida. Quanto mais velha a mulher, mais diífil engravidar e há mais chances de acontecerem problemas genéticos.
Tive a idéia deste post depois de receber um email da minha mãe, que me tocou bastante:

Ei filha !
Parabéns pelo seu texto no Blog, acabei de ler e estou muito orgulhosa como mãe e percebo em suas palavras que está muito feliz, diria que quase realizada. Li bastante mas ainda não tenho o dominio necessário, mas devagar eu chego lá.
Beijos , Rita.

Como será ter orgulho de uma pessoa gerada e educada por nós mesmas? Esse é um sentimento que só as mulheres podem ter.

No  Kit básico da mulher moderna há um texto sobre a experiência da maternidade que vale a pena ser lido. Muito bom mesmo.
Até Mais!